10/06/2021

16h às 19h

Transmissão aberta no YouTube

Não é preciso se inscrever

COLÓQUIO

Alfabetização de Crianças: Processos e Desafios

 

A questão da alfabetização de crianças no Brasil é tema recorrente nas preocupações de
gestores, de pesquisadores e de docentes da educação básica, quer seja sobre o ângulo
de políticas, quer de programas nacionais ou regionais, quer pelas questões
metodológicas e processuais, quer pelo ângulo do exame de dados de diferentes
naturezas que evidenciam alcance ou não, êxitos ou problemas, em metas esperadas. É
questão que percorreu o século XX e que neste século vem tomando outros contornos: o
dos desafios da qualidade do processo de introdução à leitura e à escrita e as
contribuições desse processo para a formação de mentes flexíveis e fortes em elaborar
compreensões pela capacidade de leitura e escrita associada à capacidade de criar
referentes interpretativos. Vivemos em uma sociedade complexa, uma sociedade
permeada pela informação e conhecimentos, em que a velocidade e o volume de trocas
e comunicações atinge graus elevados. O domínio de linguagens se faz necessário cada
vez mais para o exercício de escolhas e de participação social e no mundo do trabalho.
Na base, os processos de alfabetização que nas infâncias se colocam como o ponto de
partida para as vivências futuras. Discutir esta fase do processo de escolarização e
encontrar melhores caminhos para que crianças se apropriem das competências
associadas à posse da capacidade de leitura e escrita, sem dúvida, é uma necessidade
atual. Este Encontro pretende contribuir com esse caminhar.

Bernardete Gatti

Curadora

 

Como participar?

O Encontro será transmitido no canal da Cátedra no YouTube. Não é preciso fazer inscrição prévia. O envio de perguntas e comentários será feito pelo chat do YouTube.

Haverá certificado de participação?

Sim. Para entender como funciona o processo de certificação, leia nossas orientações clicando aqui.

Programação

10 de de junho, 16h

Curadoria e mediação: Bernardete Gatti

 

Alfabetização no Brasil: impactos do passado em pactos do presente

 

Maria do Rosário Mortatti

 

Alfabetização: desafios atuais

Isabel Cristina Alves da Silva Frade

A aprendizagem da leitura, da escrita e oralidade na sala de aula e fora dela

Beatriz Cardoso

 

Alfabetização: contribuições da teoria de Piaget

Lino de Macedo

 

Clique aqui para baixar o material de apoio usado pelos palestrantes.

Participantes

Bernardete Gatti Com mais de 50 anos de atuação na área da educação, Bernardete Gatti é uma das maiores referências do país quando se trata da formação e qualificação de professores da educação básica. Formada em pedagogia pela USP com pós-doutorados no Canadá e nos Estados Unidos, Bernardete presidiu, até recentemente, a Câmara de Educação Básica do Conselho Estadual de Educação do Estado de São Paulo. Anteriormente, havia presidido também o Conselho. Atualmente, é conselheira na Câmara de Educação Superior. Na Cátedra, Bernardete integra o Comitê Consultivo e costuma participar das atividades desenvolvidas, como seminários e minicursos.

Maria do Rosário Mortatti Escritora e professora titular da Unesp - Universidade Estadual Paulista. Livre-Docente em Metodologia da Alfabetização. Licenciada em Letras (Unesp), Mestre de Doutora em Educação (Unicamp). Atua no curso de Pedagogia e no Programa de Pós-Graduação em Educação da Unesp – campus de Marília. Atuou em escolas públicas e particulares paulistas, como professora de língua portuguesa e literatura e coordenadora pedagógica. É líder do GPHEELLB - Grupo de Pesquisa História da Educação e do Ensino de Língua e Literatura no Brasil. É Presidente Emérita da ABAlf - Associação Brasileira de Alfabetização. Integra a Diretoria da UBE - União Brasileira de Escritores.
É autora de livros de poesia e contos e de livros acadêmico-científicos, além de artigos em livros e periódicos. É também organizadora/coorganizadora de livros, com destaque para: Alfabetização no Brasil: uma história de sua história (Oficina Universitária; Cultura Acadêmica/Ed. Unesp, 2011), vencedor do 54o. Prêmio JABUTI - Educação – 2012 e História do ensino de leitura e escrita: métodos e material didático (Oficina Universitária; Cultura Acadêmica/Ed. Unesp, 2014), finalista do 57o. Prêmio Jabuti - Educação e Pedagogia - 2015.

Isabel Cristina Alves da Silva Frade É doutora em educação. Atua como professora
titular do programa de Pós Graduação da FAE-UFMG e pesquisadora do Centro de Alfabetização, Leitura e Escrita da FAE-UFMG. Trabalha com os temas alfabetização, história da alfabetização e da cultura escrita e cultura escrita digital. É coeditora pedagógica do Jornal Letra A, do CEALE . Participou da produção da BNCC de Língua Portuguesa (1a e 2a versões). Atuou  em coordenação de programas como Pro-letramento, Rede Nacional de Formação Continuada e PNAIC e em  avaliações de programas do livro (PNLD, PNBE). Participa como integrante do Grupo de Pesquisa
em Alfabetização/ Ceale, Núcleo de Estudos e Pesquisas em Cultura Escrita Digital/Ceale e  Grupo Cultura Escrita - NEPHE/FAE/UFMG. É Presidente Emérita da Associação Brasileira de Alfabetização.   Tem diversas publicações sobre os temas indicados.

Beatriz Cardoso É doutora em Educação pela Universidade de São Paulo (USP), com especialização pelo Institut Municipal d'Educació de Barcelona, onde recebeu bolsa do ICE / FAPESP para trabalhar com a professora Ana Teberosky por 2 anos. Cardoso atua como educadora desde 1978, tendo lecionado na Faculdade de Educação da USP por 10 anos e desenvolveu programas de formação de professores para diversos distritos de escolas públicas (Osasco e Jundiaí, São Paulo). De 2007 a 2012, Cardoso presidiu a ONG Comunidade Educativa - CEDAC e foi membro da Clinton Global Initiative. Ela também participou do Fórum Mundial Skoll sobre Empreendedorismo Social e diversos Think Tanks organizados pela Universidade de Harvard. Atualmente é membro do Conselho do Instituto Desiderata e do Internetlab. Em 2013, Cardoso ingressou no programa Advanced Leadership Initiative (ALI) da Harvard University e, em 2014, foi nomeada Senior Ashoka Fellow. De 2016 até 2019 atuou como Diretora da Fundação Fernando Henrique Cardoso e hoje é membro do Conselho Curador. Desde 2019 faz parte como Co-principal investigator do Research Team do
Programa "Language For Learning", da Harvard School of Education. É fundadora e presidente do Laboratório de Educação, onde divide a coordenação geral dos projetos.

Lino de Macedo É graduado (1966) em Pedagogia pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de São José do Rio Preto, mestre (1970), doutor (1973) e livre docente (1983) em Psicologia pela Universidade de São Paulo. É membro da Academia Paulista de Psicologia e docente aposentado (a partir de agosto de 2011) do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo onde exercia o cargo de professor titular. É professor e orientador no Programa de Pós- graduação em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano, neste instituto, tendo orientado 70 teses de doutorado e dissertações de mestrado. Sua linha de pesquisa é sobre o valor dos jogos na Psicologia e Educação como recurso de observação e promoção de processos de aprendizagem e desenvolvimento, na visão de Piaget. Atualmente, é integrante do Instituto de Pesquisa do Hospital Infantil Sabará - Pensi.

​​​