Ciclo de Minicursos

Educação Básica: Práticas e Didáticas

A partir de 23 de fevereiro

19h30 às 21h30

 

Confira todas as datas abaixo

Em 2021, a Cátedra de Educação Básica da USP continuará oferecendo atividades virtuais e gratuitas para professores do ensino básico, estudantes de licenciatura, pesquisadores e outros interessados na área.

Os minicursos vão começar no dia 23 de fevereiro, sempre das 19h às 21h30. Serão dois minicursos por semana, às terças e quintas-feiras [confira todas as datas abaixo].

Os minicursos são independentes, cabendo ao interessado escolher qual ou quais deseja assistir. A transmissão será sempre pelo canal do YouTube da Cátedra, e não será preciso se inscrever.

Serão concedidos atestados de participação para cada minicurso. Os interessados deverão preencher um formulário enviado durante a transmissão.

Confira abaixo a lista completa de minicursos com as respectivas ementas. Para acessar a lista simples de minicursos, com apenas data, título e expositor, clique aqui.

 

ATENÇÃO: Todos os minicursos abaixo serão das 19h às 21h30.

23 de fevereiro: Breve História da Ideia de CompetênciaNilson José Machado

Baixe aqui o material de apoio

Ementa

1. A Escola e as Disciplinas: Ler, Escrever e Contar (3Rs)
2. Currículos no Ocidente: O Trivium e o Quadrivium
3. A Ciência Moderna e a fragmentação disciplinar: Multi, Inter, Intra, Transdisciplinaridade
4. Áreas do Conhecimento e Centros de Interesse (STEM, STEAM, ...)
Questão crucial: Atualizar os 3Rs ou explicitar noção de Competência?

25 de fevereiro: Competências e Habilidades: Visão Inicial do Enem (1998-2008)Lino de Macedo

Baixe aqui o material de apoio

Ementa
1. Um exercício de explicitação das competências a partir das disciplinas
2. Síntese: 5 competências básicas e 21 habilidades

3. A estrutura do Exame original do ENEM
4. Quadro atual: áreas do conhecimento

9 de março: Retratos de Escolas: Práticas e Atores - Yvonne Mascarenhas e Herbert João

Ementa

Objetivos: Mobilizar os professores à promoção da profissão docente; discutir boas práticas e o protagonismo do professor na construção de ambientes escolares acolhedores para profissionais e discentes, espaços promotores da cidadania.
– Melhores práticas, inovações e ações de professores: impactos na realidade local, motivação, diminuição
da evasão, relação professor-aluno-comunidade.
– Práticas interdisciplinares.
– Uso das tecnologias no ensino.
– Ações da sociedade civil (ONGs) que modificaram a realidade local.
– Competições como estímulo ao estudo (Olimpíadas Científicas).
– Ações de valorização da profissão docente.

11 de março: A Universidade MedievalAna Paula Magalhães e Naomar Almeida Filho

Ementa:
Nascida na Idade Média, a Universidade surgiu como uma corporação de ofício que reunia mestres e
aprendizes numa relação de transmissão de saberes. Entretanto, ao contrário das tradicionais
corporações de artesãos e mercadores, restritas a preocupações internas dos ofícios e particularismos 

locais, sua linguagem e objetos de interesse sempre tenderam a abarcar o universal, em um 

esforço de síntese que pretendia dar conta de todos os saberes. Fundada em 1088, a Universidade 

de Bolonha é considerada a primeira das instituições deste gênero, mas a ela seguiram-se outras, 

tais como a Universidade de Paris e a de Oxford, que adquiriram grande projeção ao longo dos 

séculos XIII e XIV. Foi nas universidades medievais que o pensamento aristotélico foi redescoberto 

e cultivado, o que abriria caminho para o desenvolvimento do pensamento filosófico e científico que 

moldou o mundo moderno.  

23 de março: A ideia de Competência: Uma Visão EpistemológicaNilson José Machado

Ementa

1. Três dimensões fundamentais: Pessoalidade, Mobilização, Âmbito
2. Três pares fundamentais: Pessoalidade / Integridade, Mobilização / Conteúdo, Âmbito / Imaginação
3. Um Novo Trivium? Expressão / Compreensão, Argumentação / Decisão, Contextuação / Extrapolação
4. Três Eixos Fundamentais: Eu / Outro, Análise / Síntese, Concreto / Abstrato

25 de março: A ideia de Competência: Uma Visão PsicológicaLino de Macedo

Ementa

1. Significações de competência para Jean Piaget
2. O que é competência para Zabala e Arnau?
3. A situação-problema como estratégia de aprendizagem de habilidades que desenvolvem competência
4. Análise psicológica de competências e habilidades na educação

6 de abril: Cabanis, ignoradoNaomar Almeida Filho e Mariana Saad

Ementa

Neste curso, primeiro, apresentamos uma nota biográfica sobre Georges Cabanis (1767-1836), filósofo, educador, político, médico. Em seguida, mostramos como, após a Revolução de 1789, juntamente com Mirabeau e Condorcet, Cabanis realizou reformas do sistema educacional, do ensino médico e da educação superior na França. Analisamos os principais
pontos da reforma do sistema de educação, destacando dimensões conceituais e político- pedagógicas da contribuição de Cabanis e seus parceiros – membros do movimento que se tornou conhecido como Idéologie. Em seguimento, discutimos o contexto das reformas sociais iniciadas no regime do Consulado, consolidadas no Império e mantidas na
Restauração que impactaram no modelo educacional. Finalmente, apreciamos como o modelo de educação superior gerado pela Reforma Cabanis tornou-se paradigmático em nações submetidas à poderosa influência cultural francesa, principalmente na Europa meridional e em países recém-saídos da condição de colônia, como o Brasil no tempo do
Império.

8 de abril: Do Ensino Fundamental ao Ensino Médio: Desafios da TransiçãoValter Costa e Daniel Puig

Ementa

A ausência de estudos e políticas voltadas ao público adolescente nessa fase da transição do Ensino Fundamental para o Ensino Médio como reflexo da desatenção geral voltada aos jovens na formulação de políticas públicas. Panorama da produção bibliográfica voltada ao tema. Desafios da transição, algumas reflexões: perspectivas de alunos do Ensino Médio de regiões periféricas da cidade de São Paulo, suas angústias e descontentamentos diante da escola; o papel da escola, dos sistemas de ensino e das representações sociais nessa transição.

Breve estudo de caso: a experiência da implantação do Ciclo Autoral e dos Trabalhos Colaborativos de Autoria nos últimos anos do Ensino Fundamental na Rede Municipal de Educação de São Paulo. Propostas e percursos: protagonismo juvenil e culturas escolares; espaços democráticos e diálogo; compartilhamento de experiências entre os sujeitos do
processo; relações entre engajamento, motivação, planejamento e avaliação; relações entre interdisciplinaridade, currículo flexível (itinerários formativos), inclusão e permanência.

20 de abril: Competências de Professor: Dimensões FundamentaisNilson José Machado

Ementa

1. Ação do Professor: Quatro verbos (Mediar, Tecer, Mapear, Narrar)
2. Competências do Professor: Duas dimensões decisivas (Autoridade e Tolerância)
3. Visão sintética: relação com Competências dos Alunos: Tecer/Mapear, Mediar/Narrar,
Autoridade/Tolerância Argumentar/Decidir,Contextuar/Extrapolar, Expressão/Compreensão
4. Das Disciplinas às Competências: a ponte das Ideias Fundamentais

22 de abril: Avaliação de Competências: Pessoas em AçãoLino de Macedo

Ementa

1. Avaliação de Pessoas: julgamentos de valores
2. Avaliação em Ação: Espectro de Instrumentos
3. A situação-problema como estratégia de avaliação
4. Sobre a questão do erro
5. Sobre o quaterno Ensino / Aprendizagem / Avaliação / Desenvolvimento
6. O Método Clínico de Piaget como recurso de avaliação de processos e estádios de
desenvolvimento da criança

4 de maio: Método Científico e Fake NewsJosé Fernando Rey e Luisa Guimarães

Ementa

1) O que é ciência e o método científico? Qual é sua lógica e quais são seus argumentos?
2) Pseudociência e ciência “picareta”: como reconhecer a diferença entre essas formas e a
ciência legítima;
3) Negação ao conhecimento que não é construído pelo método ocidental via método
científico;
4) Fake News: como nascem, se espalham e o que como o método científico se relaciona com
esse fenômeno;
5) Diferença entre conhecimento tradicional e fake news;
6) Pensamento crítico: o que é e como exercitá-lo em sala de aula com a ajuda do método
científico.

6 de maio: Gramsci e a Educação PopularValter Costa e Luís Carlos de Menezes

Ementa

1) Breves apontamentos sobre a biografia de Antônio Gramsci.
2) Os intelectuais e o papel da escola; a Sociedade Civil e a Sociedade Política
2) A proposta da Escola Unitária e a defesa da Educação Pública. A escola em tempo integral. A luta contra as desigualdades educacionais e as concepções folclóricas.
3) A busca pela autodisciplina intelectual e autonomia moral. O debate com a escola ativa. O papel dos adultos perante as novas gerações. O conceito do trabalho e o debate sobre as escolas profissionais.
4)  A escola na construção da democracia política. A contribuição de pensadores gramscianos para o entendimento da história política e da educação do Brasil.

18 de maio: Inteligência: da Intenção da Medida à Ideia de Projeto - Nilson José Machado

Ementa

1. A intenção da Medida: Craniometria, Binet e as escalas escolares, Godard e a hereditariedade, Testes de Inteligência.
2. Quase além da Medida: Thurstone e as Faculdades Mentais. Guilford e os 120 tipos de Inteligência.
3. Para além da Medida: Zubiri e a Inteligência Senciente, Gardner e as Inteligência Múltiplas, Marina e a Inteligência Criadora; Programa, Problema, Projeto.
4. Duas metáforas em confronto: Borges e a Inteligência das Flores; A Tecnologia e a Inteligência Artificial.

20 de maio: Realizar Tarefas e Compreender Conceitos na Escola Lino de Macedo

Ementa

1. Por que realizar tarefas e compreender conceitos são importantes ao processo de escolarização?
2. O que é e por que tomar consciência?
3. Processos de interiorização e de exteriorização.
4. Ação, conceituação e operação como sínteses do realizar e do compreender.

1º de junho: Abordagem maker na Educação BásicaRoseli Lopes e David Cavallo

Mais informações em breve.

15 de junho: Métodos de abordagem interdisciplinarDaniel Puig e Valter Costa

Ementa

A experiência do Método com Projetos em Reformas Curriculares implementadas na Rede Municipal de Educação de São Paulo, em dois momentos: durante a administração de Luiza Erundina (1989-1992), com Paulo Freire como Secretário de Educação, e no período da administração de Fernando Haddad (2013-2016). Abordagem interdisciplinar de um
problema concreto, como exemplo do debate epistemológico e da aplicação prática na escola e na formação (continuada) de professores. Proposta de trabalho coletivo e compartilhamento de seus resultados entre participantes do minicurso.

17 de junho: O Território e o Currículo: Experiências do Sensível, Expectativas de TransformaçãoValter Costa e Daniel Puig 

Ementa

O minicurso aborda experiências com trabalhos curriculares que valorizam o conhecimento do Território e a interdisciplinaridade, no ensino superior e formação de professores, em unidades educacionais, colégios universitários, organizações comunitárias e atividades de extensão em diferentes regiões do país. Serão abordadas suas ressonâncias, através de depoimentos, da avaliação crítica de seus resultados e suas implicações para as práticas educacionais nos diferentes níveis de ensino.

29 de junho: Ortega y Gasset e a PedagogiaNilson José Machado

Ementa

1. A Meditação da Técnica (1939): antecipação de questões atuais sobre a Tecnologia.
2. Biologia e Pedagogia (1921): a atualidade das questões socioemocionais.
3. O Fundo Insubornável da Pessoa (1916): matriz para fundar uma Ética.
4. As Duas Grandes Metáforas (1925): uma síntese epistemológica notável.

 

   Mais informações sobre os minicursos do segundo semestre em breve.

  • Facebook ícone social
  • YouTube
  • Instagram

©2020 por Cátedra de Educação Básica USP.