Buscar
  • danielterra5

O Vivido, a Memória e a Escrita de si: Oficina para uma Pedagogia das Escrevivências






No dia, 16/11, das 18h às 20h30, a Cátedra Alfredo Bosi de Educação Básica tem a honra de transmitir a OFICINA O Vivido, a Memória e a Escrita de si: Oficina para uma Pedagogia das Escrevivências.


Com o propósito de se pensar, junto às professoras e professores, uma pedagogia das escrevivências, a oficina tem como objetivo propor algumas referências e estímulo ao redor dos seguintes tópicos:

  • A escrita de si como possibilidade e processos de subjetivação: narrar a própria história (ou inventá-la ou transformá-la) pelo exercício gratuito, livre e autônomo de dizer de si mesmo e do mundo;

  • Da escrita de si à escrevivência: o vivido e a memória como disparadores de uma escrita da “palavramundo”, de práticas pedagógicas insubordinadas;

  • O “eu” que (se) escreve conjugado ao “nós” como alternativa aos silenciamentos historicamente impostos aos coletivos subalternizados;

  • Possibilidades expressivas para a escrita de si/escrevivência: recursos éticos, estéticos, educacionais e tecnológicos para o exercício de narrar;

  • A experimentação estética como método.


Para garantir sua participação na oficina e necessário:


1) fazer sua inscrição através do link https://forms.gle/DtraQwoKRgHtn6q38. O número de vagas é limitado (50 vagas).

2) realizar cadastro na plataforma Padlet http://pr-br.padlet.com/auth/signup


OBS: Não haverá transmissão desta atividade pelo canal da Cátedra no Youtube.

Bibliografia sugerida para a oficina: FREIRE, Paulo. A importância do ato de ler: em três artigos que se completam. São Paulo: Autores associados: Cortez, 1989.

EVARISTO, Conceição. Da grafia-desenho de minha mãe, um dos lugares de nascimento de minha escrita. Rio de Janeiro: Revista Z Cultural, 2015. Disponível em: http://revistazcultural.pacc.ufrj.br/da-grafia-desenho-de-minha-mae-um-dos-lugares-de-nascimento-de-minha-escrita/

CHARTIER, Roger. As práticas de escrita. In: ARIÈS, Philippe; DUBY, Georges. História da Vida Privada - da Renascença ao Século das luzes (vol. 3). Trad. Hildegard Feist. São Paulo: Companhia de Bolso, 2009.

DUARTE, Constância Lima; NUNES, Isabella Rosado (orgs.) Escrevivência: a escrita de nós - Reflexões sobre a obra de Conceição Evaristo. Rio de Janeiro: Mina Comunicação e Arte, 2020.

JESUS, Carolina Maria de. Quarto de despejo: diário de uma favelada. São Paulo: Ática, 2014.

PEIXOTO, Fabiana de Lima. Encruzilhada de saberes em tempos de cólera: currículo decolonial e pedagogias da escrevivência. Rio de Janeiro: Revista Teias, v. 21 • n. 62 • jul./set. 2020. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/revistateias/article/view/49741/34980



172 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo